Tenho uma viagem marcada para a Disney, e agora?

No meio de uma pandemia, sabemos que o setor de turismo deveria ser o que mais fortemente sofreria. Por isso, muitos planos foram modificados, e se os seus estão nesse grupo, preparamos esse texto aqui que muito provavelmente poderá te ajudar ou ao menos trazer certa claridade nesse momento de incertezas.

Como já comentamos aqui no blog da Azul Travel previamente, a Disney e seus parques temáticos fecharam desde o dia 16 de Março, e assim ficarão por tempo indeterminado. Provavelmente até que toda essa situação da pandemia se torne mais clara, ou mesmo se resolva por completo.

Quanto aos voos, se você ainda não recebeu o contato de sua operadora, uma ligação viria a calhar. Afinal de contas, a maior parte das companhias aéreas cancelaram voos, e as que não fizeram isto, devem fazê-lo num futuro próximo.

Tenho ingressos comprados, o que fazer?

Não se preocupe, a Disney, sabendo a peculiaridade dessa atual situação, automaticamente estendeu a validade de todos os ingressos comprados e com data de uso durante o período de fechamento (e nisso incluímos os ingressos promocionais) até 15 de Dezembro de 2020. Tempo suficiente, imaginamos, para que toda essa situação tenha se resolvido.

Quanto aos cruzeiros, todos aqueles que têm partidas até o dia 28 de Abril já foram cancelados, e estes itinerários são sujeitos a reembolso integral, ou um crédito de 125% do valor pago, para usar num cruzeiro futuro. Uma oportunidade e tanto de ter uma viagem futura com 25% de upgrade. Que investimento hoje tem esse tipo de rentabilidade? 😛

Em se falando de parques como o da Universal Studios, os 3 espaços estão fechados até 19 de Abril, e as políticas de cancelamento podem ser diferentes em cada canal de vendas específico, portanto, vale a pena dar uma observada.

O mesmo vale para os parques do Grupo SeaWorld, e destes citamos o Discovery Cove, Aquatica e o Busch Gardens. Em geral, eles não são reembolsáveis, mas tiveram a validade estendida para 31/12/2021. Mais de um ano para utilizar os ingressos, mas as regras podem variar de acordo com o canal de venda utilizado. Portanto, aqui também vale uma observada.

Momento de replanejamento

Como deu para ver, diversos dos parques e dos eventos que estavam marcados, possibilitaram agora uma remarcação. A exemplo do grupo SeaWorld, de mais de 1 ano. O lado bom que podemos tirar disso é que podemos enxergar essa situação como uma alteração nos planos, e não necessariamente um cancelamento.

Quando falamos nos cruzeiros, é até mesmo a possibilidade de tornar a viagem ainda melhor.

Nesses tempos de crise, devemos sempre olhar para o lado positivo das coisas, certo? Então vamos juntos conosco aqui da Azul Travel mergulhar nessa onda de positividade e torcer para que tudo volte ao normal com brevidade (:

Nos falamos em breve, ok? Até mais.

Comentários

comments

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *