5 dicas para economizar em uma viagem ao exterior

Quem não quer economizar em uma viagem ao exterior? Em tempos de dólares nas alturas, toda economia será bem-vinda! Por isso, preparamos este guia especial com 5 dicas para você aplicar no planejamento e orçamento da sua próxima viagem.

Lembre-se que a antecedência no planejamento é fundamental para garantir a economia. Você precisará prever gastos com as passagens aéreas, hospedagens e passeios. Além disso, deverá reservar uma quantia de dinheiro em espécie para levar ao exterior e economizar no Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros (IOF).

Então, preste atenção nas nossas dicas infalíveis para economizar em uma viagem ao exterior, sem perder nada!

1. Economize nas passagens aéreas

Fique atento às promoções de sites como o Melhores Destinos e, sempre que possível, adeque sua viagem ao período em que as passagens estão mais baixas. A antecedência na compra também garantirá uma boa economia.

Preste atenção, porém, antes da emissão dos bilhetes, para que a viagem não se torne extremamente cansativa devido à quantidade de conexões e esperas sem fim nos aeroportos.

Com determinação e muita pesquisa é possível encontrar voos excelentes a um custo promocional. Não esqueça de acumular e utilizar, sempre que possível, as milhagens dos cartões de crédito (Multiplus, Smiles, etc).

2. Hospede-se em casas de temporada

Esse tipo de aluguel é uma excelente maneira de economizar sem abrir mão do conforto e segurança. Já dissemos aqui como alugar uma casa no exterior e você vai conferir que é muito mais fácil do que parece.

Na Flórida, os condomínios possuem uma estrutura muito completa para receber os hóspedes e não deixam a desejar em relação aos hotéis. Portanto, viaje tranquilo com sua família ou um grupo de amigos e hospede-se com economia em casas de temporada no exterior.

3. Planeje seus gastos e economize no IOF

A melhor maneira de pagar menos IOF é viajando com dinheiro em espécie. Por isso, ressaltamos a necessidade de planejar seus gastos antecipadamente. A taxa para câmbio em dinheiro em espécie é de 1,1%, bem menor que o IOF de compras em cartão de crédito, atualmente de 6,38%.

Outra forma interessante de pagar menos IOF é diminuir ao máximo o número de conversões em moedas, ou seja, o câmbio. Em cada troca de moeda, será cobrado IOF, com a diferença de cotação entre compra e venda.

4. Abra uma conta no exterior

Algumas instituições financeiras, como o Banco do Brasil e o HSBC, oferecem a possibilidade de abrir uma conta no exterior, de forma bem fácil para seus clientes. Mantenha U$ 1.000 de saldo, para não pagar mensalidade.

Faça um Documento de Ordem de Crédito (DOC) ou Transferência Eletrônica Disponível (TED), da sua conta do Brasil para a do exterior pelo bankline, com o IOF de 0,38% e dólar comercial.

O cartão emitido pode ser usado para sacar dinheiro e fazer compras em qualquer lugar do mundo. Assim, é bastante vantajoso ficar de olho na cotação e, quando o dólar baixar, transferir um valor para a conta a ser usada em viagens internacionais.

5. Tenha um cartão pré-pago de empresa estrangeira

O mais conhecido é o Neteller. Você abrirá uma conta, preenchendo um formulário simples. Depois disso, é só recarregar com dinheiro, de diversas formas. A mais econômica é por meio de transferência bancária internacional.

Esse cartão também pode ser utilizado virtualmente, para compras pela internet ou com o cartão físico, para compras e saques no exterior. A bandeira é Mastercard e é aceito mundialmente.

Fique atento à cobrança de taxas, que pode ser uma grande pegadinha da economia: você economiza no IOF, mas desembolsa uma boa quantia em taxas extras, que fazem a alternativa não valer a pena.

E aí, gostou dessas dicas sobre como economizar em uma viagem ao exterior? Então, curta nossa página no Facebook e fique por dentro das melhores dicas para sua próxima viagem!

Comentários

comments

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *